Este primeiro semestre de 2020, excepcionalmente, está sendo bastante diferente para a comunidade acadêmica da FISMA.

Diante do cenário de quarentena, a Direção Geral da FISMA publicou Instruções Normativas (acesse aqui), que orientam as atividades acadêmicas deste primeiro semestre, bem como informam alunos sobre o atendimento remoto, haja vista a publicação do Decreto Executivo n. 55, diante do qual as atividades presenciais da FISMA foram suspensas. Desde então, as aulas também estão sendo ministradas normalmente, via plataforma Moodle, nos mesmos horários e dias das aulas presenciais, com acompanhamento ao vivo, ou em tempo real, dos professores.

 

Elevado número de acessos ao Moodle

Segundo a coordenadora do Núcleo de Ensino à Distância (NEad), professora Laís Falcade, e professores dos cursos de graduação, os acessos no Moodle tem sido efetivos, haja vista que números muito próximos a totalidade de alunos tem acessado esta plataforma online. Muito embora, alguns problemas de conectividade tem sido relatados. 

Acrescenta-se também que o NEad vem constantemente produzindo materiais de suporte ao aluno e aos professores sobre o Moodle, como acesso e recuperação de senha, uso de aplicativo no celular, entre outros.

 

Esforço da equipe de colaboradores e professores é destacado pelos discentes 

Diferentes motivos explicam os elevados números de acesso à plataforma Moodle, entre eles o forte interesse discente em seguir acompanhando as aulas e desenvolvendo novos conhecimentos. Além também, do esforço que colaboradores e professores da FISMA vem fazendo para a manutenção das atividades acadêmicas neste semestre letivo.

A seguir, destacamos o depoimento de acadêmicos acadêmicos da FISMA, sobre as suas percepções e experiências de aprendizado neste período. 

 

“Eu realmente estou impressionada com a agilidade com que a coordenação conseguiu se adaptar à plataforma on line. A equipe encarregada está de parabéns, pois é nítido o esforço e eficiência deles. Consigo sentir a preocupação e o cuidado dos professores com os alunos a cada e-mail e vídeo chamada.  As aulas estão sendo super esclarecidas, e a estratégia que os professores tem usado de ensinar pelo Google Meet tem dado super certo. Acredito que esse é um feedback positivo não somente meu, mas de toda a minha turma. Conseguimos sanar as dúvidas e aprender como se estivéssemos presencialmente. Os professores estão de parabéns porque é visível  que eles estão dando o melhor deles e tenho certeza que eles passam grande parte do dia planejando a aula pra gente, e eu valorizo muito esse esforço e dedicação deles. Eles precisaram modificar toda rotina assim como nós. Mas estamos conseguindo nos adaptar direitinho. 

O único desafio é a questão da internet, às vezes oscila, mas esta é uma diversidade muito pequena. No Moodle, estamos recebendo todo o material feito em vídeo chamada, então conseguimos sim estar acompanhando tranquilamente. Tive problemas com acesso a biblioteca virtual, mas na mesma hora fui atendida e solucionei o problema. Realmente toda a equipe é muito atenciosa. Eu precisei fazer mudanças na rotina de estudos devido as atividades que tem diariamente (para validar presença) então tenho ocupado as tardes para isso nesse momento da quarentena, porém como volto ao horário normal no trabalho na semana que vem, provavelmente terei que fazer após a aula. É um pouco puxado mas necessário”. 

Mickaela Mallmann, acadêmica do 3º semestre do curso de Administração

 

“Hoje sou um aluno virtualmente presente pois temos um tempo de interação ilimitado com os nossos professores, ou seja, podemos expor nossas dúvidas a qualquer hora do dia ou da noite, ou falar com colegas, ou recuperar conversas antigas a qualquer momento e relacionar com o conteúdo desenvolvido anteriormente. Sobre o meu aprendizado neste período, vejo que está sendo com uma maior troca de experiências, eu como graduando da FISMA, vamos ter mais “histórias para contar”, que enfrentamos esse período todos juntos, onde a Instituição vem tendo o maior cuidado com seus graduandos, mantendo contato direto, mantendo todos os canais de acesso para facilitar o nosso aprendizado”.

Arlei Fenalti, acadêmico do 7º semestre do curso de Enfermagem.

 

“Bem, acredito que sobre a visão de aula online, não é o que eu gostaria de estar fazendo, porque sou mais do método mais clássico na sala de aula com professor e colegas. Mas, diante do atual momento agente faz um esforço para poder dar seguimento no semestre e não ter tudo perdido. Já tive outras oportunidades de ter aula a distância, não foi muito bacana, diferente do atual momento que os professores estão ali no horário e dispostos a dar aula e trocar ideia e conhecimento com a turma. Acredito que se for para dar uma nota de como estão as aulas online, seria 9. Só não sai 10 por que as vezes dá umas travadas a internet ou o som é baixo”.

Artur Rodrigo Schvamborn Paulon, acadêmico do 4º semestre do curso de Gestão Comercial.

“FISMA obrigada por não deixar nossas mentes vagarem em meio a este caos e a oportunidade de manter o foco. Apesar dos perrengues com a internet, seguimos nos adaptando, construindo conhecimento e assim nos formando. As aulas online tem sido um enorme desafio pra mim. Mas, muito recompensador saber o esforço está valendo a pena, pois, a cada vídeo aula (gravado pelos professores), a cada áudio, tarefa, debate nos fóruns, resolução de exercício junto com o professor, vejo que de ambos os lados, o objetivo é o mesmo: a busca pelo conhecimento, pela compreensão da mente humana. Seguimos com a certeza que em breve iremos poder debater ainda mais a complexidade do Ser”.

Carmem Amanda, do 1º semestre do curso de Psicologia

 

Para tal, o esforço redobrado do quadro colaborativo da FISMA, citado pelos estudantes, dá-se também em virtude das mudanças de rotina e estudos que os acadêmicos passam a ter neste período. Ainda, todas essas mudanças motivam novas formas de manter o contato com alunos. No curso de Enfermagem, por exemplo, criou o atendimento online ao discente. Durante a semana, entre 9h às 11h, e das 17h às 19h, as professoras Hilda Freitas e Daiany Donaduzzi, estão disponíveis em uma sala de reuniões via aplicativo do Google Meet.

Apesar de todas as mudanças citadas, a coordenadora pedagógica, Marcia Migliore, reforça algumas precauções que o aluno deve ter durante este período como, por exemplo, “seguir as rotinas das aulas presenciais, evitar se distrair durantes as aulas e estudos com assuntos paralelos, fazer os exercícios sugeridos pelos professores sempre que precisar, criar um ambiente de estudos adequado, em local apropriado, com boa iluminação”. 

 

Nesse contexto, entende-se que é um período de novos desafios, mas que também oferece novas oportunidades, experiências de aprendizado, descobertas e conquistas para a comunidade acadêmica. Por fim, reitera-se que as atividades acadêmicas de ensino, iniciação científica, pesquisa e extensão em caráter excepcional no âmbito da FISMA, terão seu prolongamento, preliminarmente, até o dia 30 de abril, conforme disposto na Instrução Normativa Nº 01.2020.

 

Atendimento dos setores administrativos da FISMA

Acrescenta-se que os setores administrativos da FISMA estão atendendo remotamente, via e-mail e contatos de telefone e WhatsApp. As atividades serão realizadas em contingência por meio dos seguintes contatos:

Atendimento: (55) 99135-1126

Serviço de Atendimento ao Estudante (SAE): (55) 99133-7409

Financeiro: (55) 99132-9665 ou então (55) 9913-66112

Secretaria Geral: (55) 99130-3425 / 9.9697-6060

Comunicação: (55) 9129-5798

Postagens Recentes

Deixe um Comentário