O curso de Psicologia da FISMA possui um grupo independente de pesquisa chamado “Ciência e DesComportamento – Pesquisa e Conhecimento” orientado pelo professor César Bridi. O grupo existe há cerca de três anos e carrega na bagagem alguns eventos internacionais com trabalhos apresentados.

O grupo pesquisa temáticas da sexualidade e psicopatologia. Ao longo desses anos, apresentaram trabalhos em Praga (WAS- World Association for Sexual Health) 2017), Lisboa (21 World Meeting of Sexual Health), Buenos Aires (W-PATH), São Paulo (Ciência e Profissão), Florianópolis (VIII Congresso Ibero Americano de Investigacion Cualitativa em Salud) e agora foram selecionados para o Congresso Mundial de Saúde Sexual que acontecerá em outubro, no México.

O trabalho “Pedophilic disorder and treatment: systematic review” (Transtorno Pedofílico e tratamento: uma revisão sistemática) será apresentado pela psicóloga Danielle Visentini – que tem parceria com o grupo de pesquisa.

De acordo com o professor Bridi, esse trabalho busca reconhecer na literatura internacional, quais formas de tratamento possível para a pedofilia, sua eficácia e consequências. O professor Bridi acredita que, seja uma experiência sem precedentes para os alunos envolvidos, tanto no campo da pesquisa, quanto aos aspectos relacionados à submissão de trabalhos e a aprovação deles em espaços internacionais.

“Para meus objetivos voltados à carreira da docência a participação nesse grupo é muito relevante. Além disso, creio que ele seja extremamente relevante no processo de construção do conhecimento. A construção do trabalho aceito a nível internacional em um congresso importante atrelado à temática em questão, mostra a nossa capacidade dentro do meio científico”, ressalta o acadêmico do 6º semestre, Lucas Furlan.

“Propiciar aos alunos essa experiência de dedicação e colheita de frutos, contato com pesquisadores internacionais, mantendo a crença em possibilidades de expansão profissional e pessoal, são ações que reverberam por toda a comunidade acadêmica, incentivando outros alunos a buscarem seu próprio futuro profissional”, afirma Bridi.

Os alunos engajados neste trabalho são: Mariana Ilha, Marcelo Noal, Lucas Furlan e Isadora Torres.

 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário