Jornada sobre a Rede Humaniza SUS contou com profissionais diversos da área da saúde de todo o país

O professor Douglas Casarotto de Oliveira do curso de Psicologia da FISMA levou até São Paulo, avaliações de como a Política Nacional de Humanização do SUS vem ocorrendo e de que forma os bancos acadêmicos podem contribuir para essa questão. As discussões da jornada, giram em torno de uma pesquisa sobre os efeitos dessa rede na formação e atuação do SUS.

A exposição do professor da FISMA ocorreu em dois grupos focais distintos e também em depoimento individual.

“Fui convidado em função de minha atuação na docência desde o ano de 2011 com acadêmicos da FISMA na disciplina de Introdução à Psicologia da Saúde. No Brasil foram apenas seis docentes que participaram”.

 Como docente, o professor trabalha com o projeto de itinerância da Clínica Psicossocial e pesquisas na área de Saúde Coletiva e Educação, Política Nacional de Humanização, Reforma Psiquiátrica e Gestão, entre outras.

Além dos dados da pesquisa extraídos durante a jornada, um material audiovisual sobre atuação da Rede Humaniza SUS será produzido a partir desse encontro. O evento ocorreu entre os dias 22 e 24 de fevereiro.

 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário