Apresentação

POLÍTICAS DE ENSINO DE PÓS-GRADUAÇÃO

As Instituições de Ensino Superior (IES) do País têm plena consciência das crescentes exigências dos Organismos Federais de fomento a pesquisa e a pós-graduação, especialmente os vinculados aos Ministérios de Educação (MEC) e de Ciência e Tecnologia (MCT), quanto a necessidade de cada vez mais elevarem os seus indicadores de produtividade e qualidade do conhecimento gerado. Da mesma forma, a sociedade como um todo, mas particularmente, o seu setor produtivo vem exigindo a formação de profissionais qualificados para dar respostas criativas as rápidas transformações apresentadas pelos diversos setores econômicos e sociais. Em decorrência, o incentivo à interação entre grupos de pesquisa, na busca da gestão, otimização, racionalização e utilização compartilhada da infra-estrutura física tem se constituído em diretrizes, que fundamentam a atual política nacional de pesquisa e pós-graduação.

Diante desta nova realidade e do atual momento da Instituição, em que implanta uma nova proposta de gestão, na busca da sua sustentabilidade, torna-se urgente acelerar o seu ritmo de crescimento e de transformações, não apenas, conjunturais e estruturais, mas principalmente de concepção de objetivos claros que conduzam à construção de uma pós-graduação forte e qualificada, pois é sabido, que o crescimento homogêneo de uma instituição de ensino superior está intimamente ligado à atuação de seu corpo docente, que deve ser harmônica, ética, qualifica e comprometida em todos os níveis de atuação, ensino de graduação e pós-graduação, pesquisa, extensão e de prestação de serviços. Além disso, a elaboração de uma política institucional de pós-graduação e pesquisa apenas será efetiva, se estiver plenamente sintonizada com as políticas nacionais para o setor e alicerçada em bases sólidas e coerentes, principalmente, quanto aos seguintes aspectos: organização e apoio institucional à expansão da pós-graduação e da pesquisa; plano de capacitação e de expansão do corpo docente, envolvendo a titulação do quadro existente e a contratação de profissionais qualificados para atuação na pesquisa, na extensão e no ensino de graduação e pós-graduação; formação de recursos humanos capazes de responderem positivamente aos anseios da sociedade; produção qualificada de conhecimento científico e tecnológico e sua divulgação em veículos indexados.

Para poder responder positivamente à estas expectativas, é preciso que a FISMA tenha uma política de pós-graduação com metas e ações claras, que visem o atendimento dos objetivos definidos, e que a comunidade acadêmica, se sinta comprometida com a sua execução. A Política de Pós-Graduação da FISMA, portanto, deverá ser resultado de uma reflexão coletiva sobre o cominho que a Instituição deseja trilhar, no período compreendido entre 2009 a 2013. Para isso, é oportuno destacar a preocupação da atual equipe de gestão da FISMA, quanto à linha do debate em torno da importância da pós-graduação no âmbito da Instituição, que deve considerar, como ponto 3 de partida aspectos relacionados com clientela foco, com o nível de pós-graduação que deve ser priorizado, com as demandas regionais e com os compromissos da Instituição para com a Educação Continuada dos se egressos.

Considerando estas premissas a “Política de Pós-Graduação da FISMA” deve ter como objetivo “estruturar programas de pós-graduação, com vistas a qualificar profissionais para atuarem de crítica reflexiva, na docência, na pesquisa e, na extensão e no exercício profissional, em suas áreas de conhecimento, para efetivamente contribuírem para o desenvolvimento local, regional e nacional, através da produção qualificada do conhecimento cientifico e tecnológico e da expressiva interação com o setor produtivo, no sentido de a ele transferir novas tecnologia e conhecimento científico”.

Para atender o objetivo da Política de Pós-Graduação a Instituição deve concentrar esforços no sentido de desenvolver as seguintes diretrizes:

– Objetivo 1: Incentivar e apoiar institucionalmente a estrutura e o crescimento quantitativo e qualitativo da pós-graduação, na FISMA.

  • Meta 1 – Organizar, em 2009, a estrutura da Coordenação de Ensino da Pós-Graduação, vinculada a Diretoria Acadêmica ;
  • Meta 2 – Motivar a comunidade docente a envolverem-se e comprometerem-se com o ensino da pós-graduação na Instituição;
  • Meta 3 – Oferecer, em 2009, no mínimo quatro cursos de pós-graduação em nível de Especialização e, nos anos subseqüentes, incrementar, este número em 30%, ao ano;
  • Meta 4 – Contemplar no Plano de Carreira da Instituição incentivos aos docentes envolvidos com a pós-graduação;
  • Meta 5 – Flexibilizar as estruturas acadêmico-pedagógicas-administrativas, no âmbito da FISMA, e propor legislação interna de regulamentação da pós-graduação aos objetivos da política da Instituição;
  • Meta 6 – Sensibilizar a comunidade universitária quanto da importância que representa uma Pós-graduação forte e abrangente e um quadro docente qualificado no atual contexto dos requisitos para a captação de recursos orçamentários e extra-orçamentários;
  • Meta 7 – Incrementar a qualificação dos recursos humanos da FISMA e sua participação nos programas/cursos de pós-graduação.

Objetivo 2: Priorizar o apoio ao desenvolvimento de cursos de pós-graduação em áreas do conhecimento, que a FISMA pode tornar-se referência.

Objetivo 3: Ampliar à formação de recursos humanas e priorizar, a nas novas contratação, o ingresso de mestres e doutor, visando o fortalecer o sistema de pós-graduação na FISMA.

Objetivo 4: Sensibilizar a comunidade acadêmica da importância de implantação de um sólido programa de Iniciação Cientifica, instigando a interagirem junto aos órgão de fomento para concessão de bolsas .

Objetivo 5: Alicerçar a decisão de implantação de cursos de pós-graduação em resultados de pesquisas, que identifique as demandas e o perfil exigido pelo mercado.

Cursos de Pós-Graduação FISMA

Georreferenciamento, Certificação e Gestão de Imóveis Rurais
Georreferenciamento, Certificação e Gestão de Imóveis RuraisPós-Graduação
Georreferenciamento, Certificação e de Imóveis Rurais
Georreferenciamento, Certificação e de Imóveis RuraisPós-Graduação

Deixe um Comentário